Como a correta Precificação auxilia na Redução dos Impostos de Bares e Restaurante

A precificação de produtos e serviços é considerada como um dos principais pilares da gestão de empresas.

No entanto, conseguir estabelecer critérios assertivos na definição de preço representa um dos maiores desafios para gestores e donos de negócios no Brasil.

Sendo assim, ao empreender é preciso estar preparado para se responsabilizar por:

  • Pagamento de tributos; 
  • Geração de lucro;
  • Estratégias que possibilitem manter financeiramente saudável.

Sendo assim, a compreensão deste conceito é bastante simples, no entanto, quando o assunto é gestão financeira de bares e restaurantes, conseguir realizá-lo de forma correta pode se tornar uma atividade bastante complexa. 

Continue lendo este conteúdo e aprenda quais são os fatores imprescindíveis na definição de preço e redução de impostos de bares e restaurantes. Vamos lá?

 

Compreenda o custo real do prato ou bebida

A rotina de restaurantes e bares é um ato constante de definir o preço real de seus pratos ou bebidas.

Isso porque, geralmente, é necessário considerar os ingredientes e quantidades de cada um utilizado. Dessa forma, é imprescindível detalhar o custo do insumo na precificação.

Sendo assim, criar uma ficha técnica de cada item presente no cardápio é uma excelente saída para a estimativa de preço de custo de maneira assertiva.

 

Considere os gastos fixos e variáveis

Por muitas vezes desconsiderados e esquecidos, os gastos fixos e variáveis são de crucial importância na definição de preço e redução de impostos de bares.

Deste modo, quando não considerados na precificação, estes gastos podem se transformar em enormes gargalos, trazendo prejuízos financeiros.

São tipos de gastos fixos comuns aluguel, condomínio, água, luz, telefone e manutenção predial.

Em contrapartida, os gastos variáveis são os impostos, comissão sobre vendas, taxa de cartão de crédito e frete.

Aprenda mais sobre: Receita libera cópia da declaração do Imposto de Renda pelo e-CAC

 

Manter o equilíbrio

O empreendedor precisa se manter atento a diversos aspectos, principalmente no que diz respeito à definição de preço e a busca pelo equilíbrio financeiro.

Deste modo, ao criar uma oferta, é crucial não jogar o preço abaixo do praticado no mercado ou muito acima.

Caso contrário, os seus consumidores podem se afastar ou desconfiar dos preços praticados.

 

Diferenciar Preço de Valor

Outros dois aspectos fundamentais a serem abordados e que geralmente costumam ser confundidos é a relação entre preço e valor.

Aparentemente, ambos os termos são bastante próximos, no entanto há uma diferença essencial.

Isso porque, o preço corresponde ao custo concreto pago por um produto ou serviço. Sendo assim, o seu resultado da soma de variáveis que compõem o preço do produto de um bar ou restaurante.

Já o valor é a percepção absoluta do cliente em relação ao que está sendo comercializado.

A fim de compreender o valor de um produto, pense: quando o seu produto é consumido, quais valores entregam ao cliente?

Como resposta, deverá obter quais as sensações que o seu produto está entregando.

 

Estabelecer uma margem de lucro coerente

Por último, vamos falar da margem de lucro, ponto este extremamente importante e estratégico para precificação e redução de impostos para bares e restaurantes.

Deste modo, o melhor cenário é definido somente após a apuração do custo real, da apuração dos gastos e variáveis, além do valor agregado. 

Sendo assim, a margem de lucro é essencial para a receita e lucratividade de qualquer empresa na área da alimentação.

Deve-se entender detalhadamente o custo do produto, definindo a margem de lucro, possibilitando trabalhar o preço de seus produtos de maneira mais estratégica.

Você pode contar da BAK Contabilidade. Afinal, com os nossos serviços, você encontra personalização e qualidade no seu atendimento.

Demonstramos com exatidão e transparência as informações que auxiliam em tomadas de decisão, através de consultoria e assessoria.

Atividades Detalhadas:

  • Escrituração contábil convencional;
  • Levantamento de Balancetes e outros relatórios contábeis;
  • Elaboração das demonstrações contábeis:
  • Balanço Patrimonial (BP);
  • Demonstração do Resultado do Exercício (DRE);
  • Demonstração dos Lucros ou Prejuízos Acumulados (DLPA);
  • Análise das demonstrações contábeis;
  • Demonstração das Mutações do Patrimônio Líquido (DMPL);
  • Demonstração dos Fluxos de Caixa (DFC);
  • Demonstração do Valor Adicionado (DVA);
  • Notas Explicativas às Demonstrações Contábeis;
  • Consolidação de demonstrações contábeis;
  • Emissão dos Livros Contábeis, seja na forma convencional ou digital;
  • Atendimento às obrigações vinculadas ao SPED (Escrituração Contábil Digital).

Todas as atividades relacionadas acima são executadas com alta qualidade técnica, responsabilidade e transparência, contribuindo para o crescimento e segurança de nossos clientes.

Sendo assim, aproveite para entrar em contato conosco e descobrir como nós podemos te ajudar! Não se esqueça também de seguir as nossas redes sociais e de acessar o nosso blog para acompanhar outros conteúdos!

 

Compartilhe: